32º Festivale homenageia o Coral das Lavadeiras

foto 9 - homenagem ao coral - by Vilmar oliveira

Aconteceu em Salto da Divisa – MG, no período de 26 de julho a 01 de agosto, o  32º  Festival da Cultura Popular do Vale do Jequitinhonha, um dos mais importantes eventos do gênero, no Brasil.

Uma semana inteira de oficinas, palestras, debates, feira de artesanato, apresentações de grupos folclóricos,  noite literária, shows e o festival da canção, dedicado à memória de Dona Juracy Lavadeira e ao próprio Coral das Lavadeiras. O evento foi aberto na tarde de 26 de julho, na beira do Rio Jequitinhonha, com um cortejo do Coral das Lavadeiras, seguido por centenas de pessoas. O compositor e maestro Carlos Farias coordenou uma dança circular indígena em homenagem à Mãe Terra. Em seguida, as lavadeiras e todo o público realizaram a cerimônia de “bênção das águas”, cantando a canção “Senhora Santana” e lançando flores nas águas represadas do Jequitinhonha. Foi um ato público muito importante em favor da preservação das águas e da biodiversidade. Na mesma data, à noite, Carlos Farias e as lavadeiras fizeram show de lançamento do disco “Devoção” no palco do Festivale, vinte e um anos depois de se apresentarem na mesma cidade e no mesmo evento, em 1994.  A diretoria da Fecaje aproveitou o momento e entregou um troféu ao coral, pela contribuição do grupo na preservação e difusão da cultura do Jequitinhonha no Brasil e no mundo. A banda que acompanhou o coral contou com o percussionista Aender Reis, o baixista Renatinho Buchecha, o saxofonista Ivan Virgílio e Carlos Farias (voz, violão e regência). A direção artística foi de Beatriz Farias, com produção de Jucélia Alves.  Viva o Festivale!

foto 8 - show festivale - by Vilmar Oliveira

Show festivale – by Vilmar Oliveira

foto 7 - benção - by Ezequias Pena

Benção das Águas – by Ezequias Pena

foto 6 - benção - Saudação à Mãe Terra - by Vilmar Oliveira

Benção das águas – Saudação à Mãe Terra – by Vilmar Oliveira

foto 5 - benção - by Vilmar Oliveira

Benção das águas – by Vilmar Oliveira

Responses are currently closed, but you can trackback from your own site.

Comments are closed.